Destaque












|PERSPECTIVA PROFISSIONAL

 DA CARREIRA

A sociedade moderna tem estado cada vez mais consciente de que a sobrevivência no planeta depende de novos padrões nas relações homem-natureza, especialmente do uso sustentável dos recursos naturais, renováveis ou não, da conservação e preservação da biodiversidade, da reciclagem dos materiais, e da redução dos Impactos Ambientais. É nesse contexto que surge o Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental do Ifal. 

Nas últimas décadas, o crescimento da ação antrópica, da atividade econômica e dos acidentes ambientais constitui um alerta para as relações homem-natureza. Assim, o mercado atual exige a formação de profissionais na área de Gestão Ambiental, capazes de gerar conhecimentos científicos e tecnológicos, de atuar em situações de remediação e, principalmente, em ações proativas, capazes de comunicar suas soluções com precisão técnica, tanto nos setores públicos como privados.

A Gestão Ambiental é uma atividade voltada à formulação de princípios, diretrizes, metas e ações à estruturação de sistemas gerenciais e à tomada de decisões que têm como paradigma o desenvolvimento sustentável. Para tanto, o CST-Gestão Ambiental do Ifal enseja uma perspectiva de formação que articula os conhecimentos teóricos e práticos da educação profissional com os fundamentos da formação humana no seu sentido pleno, visando ao desenvolvimento sustentável de uma nação verdadeiramente cidadã.

Neste contexto, a oferta pelo Campus do Ifal em Marechal Dedoro de uma graduação tecnológica na área de meio ambiente visa dar suporte às principais atividades econômicas geradoras de emprego e renda no Estado de Alagoas, e tornar possível os devidos retornos econômicos, sociais, e ambientais, diminuindo desta forma as desigualdades sociais e a pobreza.

De acordo com a pesquisa de demandas de mercado (PEDUPRO, 2004), a Educação Profissional é um dos elementos capazes de contribuir para o crescimento econômico do Estado de Alagoas, e que pode atuar como meio de inclusão social de milhares de indivíduos, excluídos ou
não do mercado formal de trabalho, na medida em que passa a ofertar mão-de-obra qualificada e treinada, tanto para executar processos produtivos, como de serviços.

Outro aspecto apontado pela PEDUPRO, diz respeito à preparação de profissionais, que precisam além da parte teórica, reforçar a parte prática do “saber fazer”. Com enfoque nesse referencial, a estrutura curricular do Curso Tecnológico em Gestão Ambiental do Ifal apresenta as seguintes características: sintonia com a sociedade e o mundo produtivo; diálogo com os arranjos produtivos culturais locais e regionais; preocupação com o desenvolvimento humano sustentável; possibilidade de estabelecer metodologias que viabilizem a ação pedagógica inter e transdisciplinar dos saberes; realização de atividades em ambientes de formação para além dos espaços convencionais; interação de saberes teórico-práticos ao longo do curso; percepção da pesquisa e da extensão como sustentadoras das ações na construção do conhecimento; comparabilidade/intercâmbio e integração interinstitucional e integração com a comunidade.


Comments